• Roger Sampaio

O Segredo do Mágico Azure no Truque DP-900

Atualizado: 18 de out. de 2021



Fala meus guerreiros. É com muita alegria que anuncio para vocês a aprovação em mais uma certificação: DP-900, ou seja, Azure Data Fundamentals. Fiz a prova em plena madrugada, 3h da manhã, porque estava mui ansioso e não queria esperar amanhecer para realizá-la. Confesso que ao anunciar o resultado para minha mãe aqui em casa, ela ficou bastante orgulhosa, choramos e festejamos, dormi feito um anjo de tão feliz. Como acredito que conhecimento é feito para compartilhar, apertem os cintos porque vamos decolar. Hoje irei relevar o segredo para vocês desse Mágico, o Azure, desse truque, DP-900 cobrindo o que é a prova, o conteúdo programático, quantidade de questões, média necessária para aprovação, valor do exame, materiais de referência, como agendar entre outros itens. E detalhe, não estou pago pela empresa Microsoft para vender a certificação, ao contrário, listarei categoricamente uma série de benefícios ao adquirir essa certificação e fica a sua escolha optar por adquiri-la ou não. Olha o bagde que você ganha ao ser aprovado na prova:


1. O coração: o Banco de Dados


Independentemente do software que estivermos desenvolvendo, seja um simples jogo Tetris de celular, ou mesmo um complexo sistema de transações financeiras do Banco Central, tudo gira em torno de dados, que necessariamente serão armazenados, processados, analisados a todo tempo. No jogo Tetris, por exemplo, precisamos armazenar dados como, por exemplo, nome do jogador, pontuação e também a fase onde ele se encontra. Se não fizermos isso, o jogador ficará irado e desinstalará o jogo, afinal não recomeçará todas as fases ao perder (imagine se tivéssemos uns cinquenta fases). Ninguém merece, concorda? Sim. Além disso podemos analisar os dados do jogadores e promover rankins, para eleger os melhores, tornando as coisas ainda mais interessantes, promovendo a disputa e competição entre eles. Quanto ao sistema do banco, você armazena os dados do cliente como, por exemplo, nome, sexo e saldo na conta, não apenas para disponibilizá-los quando solicitado, mas também para servir de insumo para análises. Um bom exemplo é o banco analisar os clientes que estão com saldo negativos, para promover campanhas e oferecer empréstimos vantajosos. Guerreiro, tá claro? Sei que quando começamos a aprender algo e entender, a alegria é tanta que dá vontade de sair correndo pelado (kkkkkk), mas segure os ânimos, temos ainda muito mais.

Os dados são usados para representar tanto as variáveis quantitativas ou qualitativas da Estatística. Variáveis quantitativas: valores expressos em números como, por exemplo, quantidade de filhos, altura em metros de uma pessoa, quantidade de pontos do jogador, saldo na conta bancária. Já variáveis qualitativas, os valores são expressos por categorias, características não numéricas, como, por exemplo, sexo, nome da pessoa. Guerreiro no momento em que você está lendo esse artigo, existem muitos dados ao seu redor, consegue reparar alguns e citar mentalmente agora? Endereço do site, data e hora atual, modelo do computador ou celular que está sendo utilizado para visualizar o post, ...

Para lidar com os dados temos diversas tecnologias para as várias etapas: armazenamento, carga, processamento, transformação e análise. Os dados podem ser de três tipos: 1. estruturados, 2. semiestruturados e 3. não estruturados. Os dados estruturados possuem uma esquema pré-definido, fixo, semelhante a uma tabela, planilha de Excel que temos linhas e colunas. Ex: dados de cadastro de um cliente (nome, sexo, CPF, idade). Já os dados semiestruturados possuem alguma estrutura, porém é flexível. Ex: arquivo JSON. Os dados não estruturados não possuem esquema. Ex: imagens, vídeos. O ambiente Azure da Microsoft oferece tecnologias para cada etapa citada acima e também para cada tipo de dado, observe algumas:

2. Que diachos cobra essa prova?


A prova cobre os conceitos básicos das tecnologias que o Azure têm para trabalhar com os dados. Em suma, segundo o treinamento oficial disponível em Microsoft Learning a prova aborda os seguintes tópicos.

  1. Explorando os Conceitos Básicos de Dados. O que é dado, tipos de dados (estruturados, semiestruturados, não-estruturados), tipos de acesso (read-only,read-write,owner), diferença entre soluções analíticas e transacionais, comparação entre dados em batch e em streaming, papéis e responsabilidades (analista de dados, engenheiro de dados, administrador de banco de dados).

  2. Explorando Dados Relacionais. O que é um dado relacional, estruturas de dados (visões, índices, tabelas), serviços adequados (Azure SQL, Azure to MySQL, Azure to Postgres, Azure to MariaDB), tipos de comandos SQL (DDL, DML), instruções SQL.

  3. Explorando Não Relacionais. O que é um dado não relacional, tipos de banco de dados noSQL (Key-Value, Document Database, Column Database e Graph Database). Tecnologia Azure apropriadas: armazenamento de tabelas Blobs, arquivos, CosmoDB. Conceito de contas de armazenamento, containers.

  4. Explorando Análises Modernas de Data Warehouse. O que é visualização de dados, BI, tecnologias para análise de dados como, por exemplo, PowerBI, Azure Analytics Services. Serviços de ingestão de dados (Azure DataFactory), serviços de processamento de Big Data (Azure Databricks, Azure HDInsight) entre outros.

Guerreiro, não pense que são cobrados apenas conceitos; a implantação, configuração e consumo para cada serviço de dados são exigidos também. Bastante sopinha de letras, concorda? Mas não se desespere, porque há uma luz no fim do túnel.


3. Conte mais sobre a prova ...

A prova é composta de aproximadamente 48 questões, totalizando um tempo de 45 minutos para responder. A média para ser aprovado é 70%, é nesse ponto aqui que diferenciamos os homens dos meninos, e as mulheres das meninas. As questões variam entre simples ou múltiplas alternativas, verdadeiro ou falso, completar o espaço em branco arrastando o item correto na tela e não há penalidades para itens marcados incorretamente. O teste faz parte de uma série de certificações da Microsoft chamado 'Fundamentals'. Existem outros da mesma categoria 'Fundamentals' como, por exemplo: 1. AZ 900 (visão geral do Azure), 2. AI 900 (conceitos básicos da Inteligência Artificial e respectivos serviços). Embora a prova seja nível básico, não a subestime, estude bastante e seja aprovado com louvor. Para quem nunca fez um exame de certificação Microsoft, começar pelos exames 'Fundamentals' é um bom ponto de partida.

Está disponível em treze idiomas: inglês, japonês, chinês (simplificado), coreano, francês, alemão, espanhol, português (Brasil), russo, indonésio (Indonésia), árabe (Arábia Saudita), chinês (tradicional), italiano. E para falar com o instrutor você pode escolher o idioma inglês ou espanhol.

O exame pode ser agendado em um centro de teste da Person Vue ou on-line. Cuidado: o fato de ser online não significa que você possa colar, ok?. O exame é supervisionado em tempo real pelo instrutor, monitorado através da webcam e microfone do seu computador, qualquer violação das políticas, o teste é automaticamente cancelado sem direito a reembolso. Quando for agendar a prova caso opte pela modalidade online, a Person Vue dará todas as instruções necessárias e regras a seguir.

A prova custa $60, corresponde a R$ 328,73 com uma cotação de R$ 5.48. A boa notícia é que a própria Microsoft de tempos em tempos, lança eventos online do Azure. Ao assistir o treinamento, além de aprendermos, ganharemos um voucher de 100%. Em outras palavras, a prova custará 0800. É exatamente o que você leu meu guerreiro, a prova não custará nada.


Site oficial: https://docs.microsoft.com/en-us/learn/certifications/exams/dp-900

Vouncher provas Microsoft 0800: https://mvtd.events.microsoft.com/Azure *

* Você assiste o treinamento online e ao final recebe o vouncher de 100%, disponível para várias provas incluindo a DP 900. Procure pelo evento Data Fundamentals.


4. E quais os proveitosos desse investimento?


Existem inúmeros benefícios ao ter uma certificação, que variam desde facilitar a transição de carreira, ou promoções resultando em aumento de salário. Uma vantagem é a credibilidade. A Microsoft é proprietária da tecnologia Azure e têm um bom alcance no mercado como, por exemplo, o produto Windows ser utilizado cerca de 90% dos computadores. Uma coisa é você dizer que saber trabalhar com a tecnologia Azure, outra coisa é a a Microsoft, dona do produto, atestar sua competência através da certificação. Em outras palavras meu guerreiro, o nome "Microsoft" tem peso no mercado. Outra vantagem é o conhecimento adquirido ao se preparar. Especificamente ao ter essa certificação DP 900, você terá habilidade para trabalhar com os serviços de dados no Azure conforme citados no tópico 2.


5. Quais são os pré-requisitos e para quem a prova é indicada?

Segundo a documentação oficial, a certificação é indicada para quem esteja começando na área de dados. Aplicável também aos candidatos que venham de outras áreas sem necessariamente ser TI e desejam conquistar cargos na área de dados (engenheiro de dados, cientista de dados, administradores de banco de dados, analista de dados, arquitetos de dados e afins). Não há pré-requisitos, embora seja recomendado começar com a certificação de entrada do Azure chamada AZ 900.


6. E como se preparar?

Aqui se encontra uma lista de materiais úteis não exaustiva que utilizei para me preparar. Fique a vontade para adaptar.

  1. Microsoft Learning. Site: https://docs.microsoft.com/en-us/learn/certifications/azure-data-fundamentals/ No próprio site da Microsoft tem um treinamento completo e gratuito que cobre todos os tópicos da prova. Reprisando, o conteúdo é COMPLETO e GRATUITO, meu guerreiro.

  2. Whizlabs. Site: https://www.whizlabs.com/ Contém curso completo e simulados para várias certificações não apenas para Microsoft, mas também AWS, Cisco entre outras.


7. E no Final das Contas...


A certificação DP 900 concederá habilidades para trabalhar com os serviços de dados dentro do Azure considerando todas as etapas: armazenamento, carga, processamento, transformação e análise, aplicável para dados estruturados, semiestruturados e não estruturados. Azure SQL, Azure CosmoDB, Azure Databricks, Azure Data Factory, Azure File Storage, Azure DataLake Storage, Azure to MySQL são exemplos de algumas tecnologias abordados. Prova altamente indicada para quem deseja entrar na área de dados e se tornar um cientista de dados, engenheiro de dados, arquiteto de dados e afins. Se você se identificou meu guerreiro, não perderia essa oportunidade. E a Microsoft para incentivar você ainda, lança eventos online que ao final disponibiliza vouncher 100%, ou seja, você não pagará para a prova. Conforme prometido no início do post, está aí o segredo revelado do mágico no ´truque´ DP 900. Beijos no coração e até a próxima.















628 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo